Um fim de semana perto da capital de Honduras

    Um fim de semana perto da capital de HondurasPasse um fim de semana na capital de Honduras entre as aldeias coloniais de Santa L√ļcia e Valle de Angeles e as reservas de Yuscar√†n e La Tigra

    Dois ou tr√™s dias s√£o suficientes. O tempo necess√°rio para conhecer os arredores da capital de Honduras e seu cen√°rio buc√≥lico. As aldeias coloniais de Santa L√ļcia e Valle de Angeles, ambas muito pitorescas e com excelentes oportunidades de compras, e depois as reservas de Yuscar√†n e especialmente La Tigra s√£o destinos ideais para os entusiastas da observa√ß√£o de aves e para os amantes de aventuras.



    Santa Lucia √Č uma encantadora e antiga cidade mineira espanhola situada no topo de uma colina. Vielas de paralelep√≠pedos e ruas de pedestres serpenteiam ao longo da encosta, entre casas e lojas de estilo colonial. A pra√ßa principal embelezada com uma fonte e um jardim ingl√™s √© o local ideal para saborear um licuado (sumo de fruta com gelo). Praticamente todo fim de semana os restaurantes e lojas de artesanato ficam lotados de pessoas que chegam da capital de Honduras para um passeio de um dia.

    Enquanto durante a semana o ambiente √© tranquilo. Basta admirar a fant√°stica vista das colinas circundantes cobertas de pinhais e da capital de Honduras, Tegucigalpa, que se ergue no vale. De interesse art√≠stico √© a igreja do s√©culo XVIII situada na encosta do morro, dentro das pinturas espanholas e do Cristo de Las Mercedes, doado a Santa L√ļcia pelo rei Filipe II em 1572. Normalmente as portas do edif√≠cio religioso est√£o fechadas. E no verso voc√™ encontrar√° um escrit√≥rio e um gerente para contatar.

    Vale de Angeles. A outra pitoresca cidade mineira espanhola pr√≥xima √† capital de Honduras √© Valle de Angeles, localizada a 8 quil√īmetros de Santa L√ļcia e que possui um centro hist√≥rico caracter√≠stico (parcialmente restaurado √† sua apar√™ncia original) que remonta ao s√©culo XVI. Em frente √† antiga igreja existe uma pra√ßa com uma fonte que √© iluminada todas as noites. Algumas das ruas fechadas ao tr√Ęnsito hoje s√£o ruas de pedestres. A feira anual acontece no dia 4 de outubro.



    Ao longo das ruas existem muitas lojas de artesanato, onde √© poss√≠vel comprar valiosos souvenirs hondurenhos artesanais a pre√ßos mais baixos do que em Tegucigalpa, tamb√©m √† venda belas pe√ßas de artesanato como aquelas em couro trabalhado √† m√£o ou v√°rios produtos do pa√≠s como o juncos de Santa B√°rbara, tambores de aldeia, cer√Ęmica e terracota.

    No Parque Central existe o Casa da Cultura que pode receber exposi√ß√Ķes de arte e na entrada da cidade est√° o Museu de Santa Maria de los Angeles que exibe fotos hist√≥ricas de v√°rios lugares de Honduras. Do Valle de Angeles chega-se √†s cachoeiras das Golondrinas: o passeio √© desafiador, mas vale a pena (duas horas de ida e uma de volta e o caminho √© bem sinalizado). Na entrada da cidade existem alguns parques recreativos com restaurantes, piscinas e campos de futebol e v√īlei. V√°rias excurs√Ķes podem ser organizadas nos parques.

    Mas a verdadeira p√©rola dos arredores da capital hondurenha √©, sem d√ļvida, o Parque Nacional Tigre. Que abrange 238 quil√īmetros de natureza incontaminada, mata nublada e mata seca de con√≠feras, rios e cachoeiras e muitos animais silvestres que n√£o gostam do contato com humanos, como pumas, tatus e cutias (um roedor do tamanho de um coelho).

    Existem mais de 350 espécies de aves, o Parque de al Tigra é o local mais adequado para a observação de aves em todas as Honduras. Os mais sortudos poderão admirar o quetzal que se destaca pela cor da sua plumagem com tons azuis. A flora também é magnífica: árvores frondosas, trepadeiras, líquenes, fetos, cogumelos coloridos e milhares de orquídeas.


    A acessibilidade e a presença de caminhos ordenados por diferentes critérios de dificuldade são alguns dos factores que tornam o parque um sucesso, sobretudo para passeios de um dia, mas quem optar por pernoitar pode encontrar lugar no parque de campismo. Cuidado com as mudanças de temperatura e com roupas adequadas: você também terá que se defender dos irritantes mosquitos.



    I trilhas que se cruzam na floresta s√£o 8 e s√£o todos f√°ceis de seguir. O principal (Sendero principal) ligava Tegucigalpa √†s minas da regi√£o. √Č a rota mais direta pelo parque. E se estende por 6 quil√īmetros de Jutiapa a El Rosario. Os primeiros dois quil√≥metros s√£o percorridos numa estrada de terra utilizada ocasionalmente pelas equipas de manuten√ß√£o do parque; desce depois 4 quil√≥metros entre minas abandonadas, pequenos rios e vales espl√™ndidos, sendo o caminho mais f√°cil e o mais movimentado.

    Depois, h√° o caminho La Cascada que leva o nome da cachoeira de 40 metros que √© muito pitoresca no inverno, de outubro a fevereiro, mas que tem vaz√£o reduzida no ver√£o. E entre as mais belas est√° a Trilha La Mina que come√ßa no ponto panor√Ęmico El Mirador: ao longo deste percurso tamb√©m √© poss√≠vel admirar belas cachoeiras. No cimo de uma montanha encontra-se a aldeia de Yuscar√†n composta por sinuosas ruas de paralelep√≠pedos e edif√≠cios caiados de branco, com muitas possibilidades de passeios nas colinas circundantes. Atr√°s Yuscar√°n h√° a bela reserva biol√≥gica Yuscar√†n que abrange tr√™s picos de montanhas com quase 2.000 metros de altura. 


    Adicione um coment√°rio do Um fim de semana perto da capital de Honduras
    Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.