12 coisas para fazer e ver no Bahrein e 5 n√£o fazer

12 coisas para fazer e ver no Bahrein e 5 n√£o fazer
Bahrain
12 coisas para fazer e ver no Bahrein e 5 n√£o fazer

√ďleo, finan√ßas, p√©rola e turismo. Estes s√£o os "ativos" em que se baseia a economia desta min√ļsculo estado da ilha, a menor da Pen√≠nsula Ar√°bica, formada por um arquip√©lago de 33 ilhas (v√°rios dos quais s√£o desabitados) conectados uns aos outros por pontes e areia. √Č um monarquia constitucional, o mais tolerante da √°rea, provavelmente devido ainflu√™ncia ocidental come√ßou em 500 com a conquista portuguesa e continuou com Protetorado brit√Ęnico do s√©culo XIX √† d√©cada de 70. A popula√ß√£o totaliza pouco mais de um milh√£o de habitantes, dos quais mais de 200.000 s√£o estrangeiros ("expatriados"). Nos √ļltimos anos, tamb√©m gra√ßas √† vitrine de Grande Pr√™mio de F√≥rmula 1, o turismo est√° em constante crescimento. Sobre o circuito de Manama (O capital), mas tamb√©m de muitos outros locais interessantes para visitar. A seguir, tentaremos listar aqueles que achamos que mais merecem. Boa leitura.



1 Museu Nacional

Se voc√™ estiver realmente interessado em aprender mais sobre o "Genius loci" Bahrein, o Museu Nacional √© sem d√ļvida uma das primeiras paragens a fazer. Como quase todos os principais locais, o museu est√° localizado em Manama capital do reino. Constru√≠do no final dos anos 80 do s√©culo passado, estende-se por um √°rea de cerca de 28.000 metros quadrados. Amplos espa√ßos expositivos, bem organizados e com legendas em ingl√™s e √°rabe permitem que os visitantes desenvolvam uma vis√£o coletiva do cultura local milenar, dobradi√ßa antiga do tr√°fego comercial tra Mesopot√Ęmia e Oriente. Em suma, um museu antigo, mas com umarquitetura p√≥s-moderna o que permite uma visita f√°cil a um custo nada proibitivo de 1 bhd, o equivalente a aproximadamente ‚ā¨ 2,40.



2 Royal Camel Farm

O cria√ß√£o de camelos da fam√≠lia real do Bahrein (ou Bahrein) √© certamente um dos atra√ß√Ķes para visitar se voc√™ tem crian√ßas a reboque. Obviamente, mesmo que voc√™ n√£o tenha nenhum, n√£o h√° d√ļvida de que esses animais (principalmente as f√™meas, mantidas √† dist√Ęncia com seus filhotes) s√£o capazes de despertar empatia ed afei√ß√£o em meninos. Mas tome cuidado para chegar perto demais. Normalmente, depois de um tempo voc√™ est√° no local, um dos muitos trabalhadores agr√≠colas vem explicar como fazer acariciando, fotografia e alimenta√ß√£o para esses animais por toda parte seguran√ßa. Se tiver sorte, por uma pequena gorjeta, voc√™ tamb√©m poder√° andar de um. O Royal Janabiya Camel Farm Bahrain √© aberto ao p√ļblico todos os dias, o dia todo. A entrada √© gratuita. A √ļnica precau√ß√£o √© lavar (ou desinfetar) as m√£os imediatamente ap√≥s a consulta.

Mesquita 3 Al Fateh

Uma vez em Manama √© imposs√≠vel n√£o notar o Mesquita Al Fateh (De Ahmed Al Fateh, fundador do Dinastia Al Khalifa que reina sobre o pequeno estado insular). Como quase tudo na cidade, o gigantismo da estrutura atrai a aten√ß√£o de turistas que a cada ano mais optam por visitar o pa√≠s. UMA c√ļpula de fibra de vidroDois minaretes e elementos decorativos do interior (l√Ęmpadas madeira entalhada, um enorme Lustre swarovsky, tapetes etc.) torn√°-lo um dos s√≠mbolos mais marcantes do bem-estar do Bahrein, um ponto de refer√™ncia espiritual para todos os mu√ßulmanos no mundo. N√£o surpreendentemente, √© uma das maiores mesquitas do planeta e pode hospedar 7000 fi√©is. Eles s√£o geralmente organizados visitas guiadas conhecer em profundidade a estrutura que pode ser visitada desde que tenha um roupa apropriada. Mulheres, por exemplo, devem necessariamente usar abaya (bata longa preta, de tecido leve, cobrindo todo o corpo exceto cabe√ßa, p√©s e m√£os) e v√©u, enquanto todos s√£o obrigados a tirar os sapatos na entrada.



4 o forte

Qal'at al-Bahrain, a Fortaleza do s√©culo XNUMX constru√≠da pelos portugueses √© sem d√ļvida uma das principais atra√ß√Ķes deste min√ļsculo estado insular. N√£o √© por acaso que o forte, rodeado por um fosso, est√° Patrim√īnio da UNESCO. Uma das dicas mais comuns √© a de visite as ru√≠nas √† noite para melhor apreciar o contraste entre a parte antiga da cidade, iluminada por holofotes "simples", e as luzes hipermodernas dos edif√≠cios que definem o linha do horizonte de Manama, a capital do Reino.

5 pérolas e preciosas no Bahrein

La p√©rola √© um dos s√≠mbolos de Manama e Bahrein. UMA tradi√ß√£o antiga que h√° s√©culos acompanha o desenvolvimento do territ√≥rio, a ponto de ser parte integrante da hist√≥ria e da identidade local atestada pela Prote√ß√£o da Unesco em vigor h√° alguns anos. Entre outras coisas, a coleta de ostras n√£o s√≥ continua, mas nos √ļltimos anos tem registrado um aumento significativo devido √† demanda crescente por comerciantes e joalheiros. A p√©rola do Bahrein, na verdade, √© famosa por sua pureza contribuindo significativamente para a economia j√° pr√≥spera deste min√ļsculo estado insular da Pen√≠nsula Ar√°bica. Para ver o "Distrito" da ilha de Muharraq de onde partem o grosso dos barcos dedicados √† coleta de ostras. Dezessete edif√≠cios, entre armaz√©ns, joalheiros, resid√™ncias de comerciantes e o inevit√°vel mesquita, historicamente atribu√≠vel ao processamento desta joia preciosa. Muitas outras not√≠cias e testemunhos podem ser encontrados no Museu Nacional. Dito isso, no Bahrein vale a pena comprar ouro e pedras preciosas. Os pre√ßos s√£o muito mais acess√≠veis do que no mercado ocidental e, portanto, vir de f√©rias pode ser a oportunidade certa para uma compra de valor duradouro.



6 Aldeia da necrópole Al'Aali

Sobre 170.000 tumbas, essa √© a quantidade gigantesca necr√≥pole da vila de Al'Aali, n√£o muito longe de Manama. Um enorme cemit√©rio, precioso testemunho do misterioso Civiliza√ß√£o Dilmun ativo na √°rea desde o terceiro mil√™nio aC O estudo de tumbas, semelhante a montes artificiais de diferentes tamanhos (a maior medida at√© 15 metros de altura) permitiu reconstruir ouniverso simb√≥lico e c√ļltico desta civiliza√ß√£o deIdade do bronze dedicado ao florescimento trocas comerciais com as outras popula√ß√Ķes da √°rea de Golfo P√©rsico. Com o tempo, algumas escava√ß√Ķes significativas foram transferidas para o Museu Nacional do Bahrain e eles podem ser visitados l√°.

7 Bahrain World Trade Center

Devido muitos di Planos 50 um para Metros 240 di altura ligado por tr√™s turbinas e√≥licas De di√Ęmetro di Metros 29 cada. o Bahrain World Trade Center √© o s√≠mbolo mais brilhante do desejo de modernidade e sustentabilidade deste pa√≠s que explora a enorme riqueza garantida pelos campos de petr√≥leo para tentar, em perspectiva, se livrar do recurso. UMA pol√≠tica "orientada para o verde" que al√©m de explorar oenergia e√≥lica tamb√©m se concentra em solare e reciclagem de √°guas residuais. O edif√≠cio, no centro de Manama, √© a experi√™ncia mais avan√ßada do pa√≠s em termos de sustentabilidade ambiental, mas n√£o √© o √ļnico registro: √©, de fato, um dos maiores shoppings no mundo com todas, absolutamente todas, as marcas mais populares de alta moda: Louis Vitton, Fendi, Gucci, Versace, Bulgari etc. Em conclus√£o, arquitetura, equipe, luxo e tecnologia: estes s√£o os "pilares" sobre os quais se sustenta este arranha-c√©u futurista compras feito no Bahrein.

8 a lagoa

Uma grande centro comercial No cora√ß√£o deIlha amwaj feito de lojas, Barra, restaurantes, boutique e espa√ßos abertos em que gastar dias agrad√°veis com a fam√≠lia e / ou na companhia de amigos. o equipe e localiza√ß√£o √† beira-mar tornar este lugar √ļnico. N√£o √© de surpreender que o n√ļmero de visitantes entre residentes e turistas esteja crescendo constantemente. Para saber mais, visite o site oficial: www.thelagoonbahrain.com

9 Bab el-Bahrain Souq

Em busca do verdadeiro Bahrein. Este é o espírito com o qual abordar a visita a Mercado de manama, no norte da cidade, logo abaixo torres gêmeas do porto financeiro. Na verdade, o Manama souq retém muito pouco, pelo menos em comparação com os mercados da Tunísia, Marrocos, Egito e principalmente do Catar. No entanto, uma visita a este labirinto de becos entre aparelhos, comida e temperos no entanto, é muito instrutivo. Se ao menos isso permitir que você se familiarize com aquela parte da população que está longe dos holofotes das finanças e da moda.

10 Circuito Sakhir

Desde 2004, Bahrein tamb√©m faz escala por a√≠ F√≥rmula 1. Para sediar o circuito automobil√≠stico mais famoso do mundo, o pequeno estado da Pen√≠nsula Ar√°bica n√£o poupou despesas ao construir uma pista futur√≠stica no meio do deserto. o Circuito Sahkir, esse √© o seu nome, se destaca por showmanship e tecnologia. Desde a primeira edi√ß√£o revelou-se particularmente dif√≠cil para os pilotos que aqui t√™m de enfrentar condi√ß√Ķes ambientais sui generis: desde a areia que inevitavelmente se fixa no manto (apesar da utiliza√ß√£o de produtos especiais para limitar o fen√≥meno), √† forte amplitude t√©rmica entre o dia e a noite quando a corrida √© geralmente disputada. Tres curiosidades: o primeiro Grande Pr√™mio, em 2004, foi ganho pelo piloto alem√£o Michael Schumacher, por anos for√ßado √† imobilidade devido a um acidente de esqui; em 2011, por√©m, a corrida n√£o foi disputada devido aos motins que afetaram o pa√≠s a partir dos diversos "Fontes √°rabes" que naquele ano tamb√©m inflamou Tun√≠sia, L√≠bia, Egito, Jord√Ęnia, I√™men e S√≠ria. Finalmente, ao contr√°rio do outro Grande Pr√™mio de F√≥rmula 1, ele subiu ao p√≥dio Champanhe O cl√°ssico (proibido como outras bebidas espirituosas) √© substitu√≠do pelo √°rabe, estritamente n√£o alco√≥lico.

11 Vida Noturna

Bahrain √© um centro de neg√≥cios cosmopolita com um vida noturna mais livre e tollerante em compara√ß√£o com outras cidades da regi√£o. Numerosas restaurantes e Lounge Bar onde comer, ouvir m√ļsica e tomar uma bebida. Muitas vezes lugares luxuosos, frequentados n√£o s√≥ por estrangeiros, mas tamb√©m por "Primos" sauditas pronto para cruzar King Fahd Causeway, a famosa ponte do Rei Fahd que une os dois estados.

12 Go Kart

Al√©m do Grande Pr√™mio de F√≥rmula 1, o circuito de Sahkir √© famoso pelo Vai o kart. V√°rios campeonatos s√£o realizados l√°, mas acima de tudo a facilidade est√° dispon√≠vel para os turistas que queiram experimentar. karting. A organiza√ß√£o disponibiliza vestu√°rio e carros que variam dependendo do faixas et√°rias. Tudo isso, √© claro, em total conformidade com o normas de seguran√ßa previsto pela disciplina. Uma maneira divertida de passar uma noite no Bahrein com a fam√≠lia e / ou amigos. Para mais informa√ß√Ķes sobre as f√≥rmulas, pre√ßos e hor√°rios de acesso √† estrutura clique aqui

1 Evite agosto

Il melhor tempo visitar Bahrein √© Outubro / novembro - fevereiro / mar√ßo. Nos meses restantes, a temperatura sobe gradualmente, mas inexoravelmente, at√© o terr√≠vel calor de Agosto com picos acima de 50 ¬į C. O risco, se n√£o for usado, √© sobrecarregar o corpo. Por outro lado, decida gastar o Natal no Bahrein, no calor, numa das muitas praias (visitar a ilha de Al Dar com as suas in√ļmeras possibilidades de entretenimento) √© tudo menos uma ideia estranha. Ver √© crer!

2 Fique atento aos eventos na sexta-feira, um dia de oração

Ap√≥s as tens√Ķes sociais de 2011, quando o Bahrein tamb√©m foi atingido pelo chamado vento "Primavera √Ārabe", nenhuma situa√ß√£o particular de risco foi registrada no pa√≠s. Claro que nem tudo √© rosa e flores. A coexist√™ncia entre Xiitas e sunitas (no poder com a dinastia al Khalifa) nem sempre √© dado como certo, tamb√©m porque oInflu√™ncia persa sobre a √°rea √© um fato historicamente estabelecido. Dito isso, o centro de Manama n√£o √© assunto de confronto. No m√°ximo √†s sextas-feiras, dia de ora√ß√£o, pode haver manifesta√ß√Ķes, mas as pol√≠cias vigiam o territ√≥rio e a situa√ß√£o √© calma. Em qualquer caso, √© prefer√≠vel n√£o ir muito longe nas √°reas perif√©ricas e aldeias. Acima de tudo, antes de partir para um destino distante como o Bahrein, √© sempre aconselh√°vel consultar o local "Viajar com seguran√ßa" de Minist√©rio dos Neg√≥cios Estrangeiros, bem como registrar-se no local "Onde estamos no mundo" sempre dentro doUnidade de Crise da Farnesina.

3 N√£o se vista de forma sucinta

I Bahrainis eles s√£o aberto e dispon√≠vel para os ocidentais, eles falam ingl√™s bem e s√£o pessoas de neg√≥cio. Em troca eles s√≥ perguntam comportamento n√£o hostil o morbidamente curioso em dire√ß√£o aoisl√£o. Em primeiro lugar, no que diz respeito aovestu√°rio. Ent√£o √© melhor n√£o ficar olhando muito ou, pior ainda, tirar fotos das mulheres cobertas. J√° os estrangeiros, residentes ou turistas, podem vestir-se normalmente, mas sempre dentro dos limites da aceitabilidade social preconizada pela cultura local. Isso significa que nas proximidades do lugares de adora√ß√£o voc√™ deve ter um roupas decentes cobrindo bra√ßos e pernas, enquanto em outros contextos p√ļblicos pode ser "Descoberto", mas nunca "sucinto". Afinal, considerando que h√° muitos lugares para ocidentais, essas n√£o s√£o grandes limita√ß√Ķes. Os requisitos acima se aplicam principalmente quando em tr√Ęnsito. Observ√°-los evita problemas e √© uma forma de respeito.

4 N√£o beba √°lcool na rua

Como √© conhecido Islam pro√≠be √°lcool. O "Expat", no entanto, em instala√ß√Ķes equipadas com licen√ßa apropriada, eles podem beber √°lcool sem problemas. O importante √© n√£o beber nem se mostrar b√™bado (ou b√™bado) na rua. A este respeito, o que j√° foi dito anteriormente para o vestu√°rio se aplica. √Č o bastante respeitar os requisitos culturais locais, entre outras coisas, infinitamente mais tolerante do que outras na√ß√Ķes da regi√£o (por exemplo, nos estados vizinhos a administra√ß√£o de √°lcool tem limita√ß√Ķes per capita precisas, enquanto no Bahrein n√£o h√°), e n√£o haver√° problemas de qualquer tipo. Enfim uma curiosidade. Se acontecer de voc√™ visitar o pa√≠s durante o Ramad√£, √© uma boa ideia respeitar o jejum do dia.

5 Tenha cuidado ao volante

O autom√≥vel sempre foi um tamb√©m s√≠mbolo de status. Portanto, √© inevit√°vel que em uma na√ß√£o t√£o rica como Bahrein carros de grande cilindrada s√£o muito mais do que em qualquer outro lugar. Mas ai de pensar que isso autoriza corridas malucas na estrada. Superando eu limites de velocidade pode ser muito arriscado (em alguns casos h√° at√© uma pris√£o de um dia). Uma das causas mais frequentes de acidentes rodovi√°rios √© o uso de smartphones durante a condu√ß√£o. O conselho, portanto, √© dirija com responsabilidade evitando correr mais do que o permitido. Posto isto, confirma a maior toler√Ęncia do Bahrein em rela√ß√£o √†s demais na√ß√Ķes da regi√£o, o fato de n√£o h√° restri√ß√Ķes de dire√ß√£o para mulheres.


Adicione um coment√°rio do 12 coisas para fazer e ver no Bahrein e 5 n√£o fazer
Comentário enviado com sucesso! Vamos analisá-lo nas próximas horas.

End of content

No more pages to load